TRE-MG atende pedido do Sitraemg e abona ponto de participantes das paralisações por recomposição salarial

Compartilhe

O TRE-MG vai abonar o ponto dos servidores da Justiça Eleitoral que participaram das paralisações de 24 horas da categoria nos dias 19 de maio e 15 de junho de 2022.

A decisão é do presidente do Tribunal, desembargador Maurício Torres Soares, em atendimento ao pedido formulado pelo Sitraemg, por meio de ofícios e em reuniões de negociações.

Segundo o magistrado, sua decisão se baseia nos posicionamentos favoráveis da Secretaria de Gestão de Pessoas e da Diretoria-Geral, bem como nas manifestações das chefias imediatas dos servidores envolvidos. A conclusão foi de que “a adesão à greve não ocasionou quaisquer prejuízos aos trabalhos das unidades a que (os servidores) estão vinculados”.

Para serem beneficiados, os servidores que participaram das paralisações de 19 de maio e 15 de junho, ou de qualquer uma delas, devem fazer a solicitação do abono no campo próprio do Sistema Frequência WEB.

Pauta e atividades das paralisações

As paralisações nessas duas datas tiveram como pauta a recomposição salarial da categoria.

No dia 19 de maio, houve ato em frente ao prédio do TRT da Rua Goitacazes, em Belo Horizonte. Também estiveram presentes delegações de servidores de Pará de Minas, Varginha, Sete Lagoas e de Divinópolis.

No dia 15 de junho, foram realizados ato e assembleia, em formato híbrido, com concentração em frente ao prédio do TRE-MG da Avenida Prudente de Morais, 100.

Assessoria de Comunicação
SITRAEMG

Compartilhe

Veja também

Pessoas que acessaram este conteúdo também estão vendo

Busca

Notícias por Data

Por Data

Notícias por Categorias

Categorias

Postagens recentes

Nuvem de Tags