Recurso administrativo do Sitraemg pede reconsideração sobre comprovante vacinal no TRT3

Compartilhe

O Sitraemg está recorrendo da decisão do TRT3 que nega a exigência de comprovante vacinal contra a covid-19 para ingresso nos prédios do tribunal.

O recurso foi protocolado na sexta-feira (4), solicitando que o presidente do TRT3, desembargador Ricardo Antônio Mohallem, reconsidere a sua decisão. Caso não o faça, o sindicato pede que o recurso administrativo seja rementido ao Órgão Especial.

A decisão negando a exigência do comprovante vacinal para acesso aos prédios do TRT3 foi publicada em 22 de fevereiro. Leia mais aqui.

O objetivo do sindicato é que o Tribunal exija comprovante de imunização contra a covid-19 para acesso aos prédios da 3ª região trabalhista. A exigência se estenderia a servidores, magistrados, pessoal terceirizado contratado, estagiários e voluntários vinculados ao órgão, bem como público atendido.

  • Veja aqui o recurso administrativo do Sitraemg ao TRT3 protocolado em 4 de março.

No recurso, o Sitraemg argumenta que apesar do avanço da vacinação, há a possibilidade de eventual piora no cenário pandêmico. “O que poderia acarretar sobrecarga nos leitos hospitalares”, sustenta.

“Em verdade, a ocupação atual dos leitos hospitalares de tratamento intensivo já acarreta o risco de que os casos graves atuais possam não ter como contar com a estrutura necessária para a sua sobrevivência”, completa.

No recurso, o Sitraemg argumenta que a comprovação da imunização deve ser exigida “inclusive para que os serviços públicos garantam minimamente a segurança sanitária dos jurisdicionados e demais pessoas que circulam nos prédios públicos”.

Leia mais:

Assessoria de Comunicação
Sitraemg

Compartilhe

Veja também

Pessoas que acessaram este conteúdo também estão vendo

Busca

Notícias por Data

Por Data

Notícias por Categorias

Categorias

Postagens recentes

Nuvem de Tags