Processo virtual chega à Floresta Amazônica

Compartilhe

O Conselho Nacional de Justiça implanta nos dias 13 e 14 de setembro o Projudi em quatro cidades no interior do Amazonas. Sistema de tramitação eletrônica, desenvolvido em software livre pelo CNJ, o Projudi é distribuído gratuitamente para tribunais de todo país. Agora é a vez do TJ Amazonense receber computadores, digitalizadores e treinamento do Conselho, além do software, para a implantação do sistema nas cidades de Tefé, Tabatinga, Iranduba e Envira. Para prestar o serviço, o tribunal já recebeu gratuitamente do CNJ 80 computadores e 80 digitalizadores.

O Projudi funciona pela internet. Toda a tramitação é eletrônica, resultando em enorme economia de tempo, de insumos e de trabalho, e ainda dando mais transparência ao processo, que pode ser consultado pela internet de qualquer lugar e a qualquer momento. Com o Projudi, Tabatinga, no coração da selva Amazônica, ficará interligada eletronicamente ao Judiciário. A cidade distante 1607 km de Manaus, fica à margem do Rio Solimões, na fronteira com Colômbia e Peru. O acesso ao município não é possível via terrestre, apenas por avião (duas horas de viagem) ou barco (sete dias na ida, três na volta). Atualmente, um dos grandes problemas do Judiciário local é a dificuldade de transporte de processos. O projudi simplesmente elimina o problema, já que tudo tramita eletronicamente, sem papel.

O sistema será implantado nas varas cíveis e criminais e nos juizados especiais das quatro cidades. De acordo com o Tribunal de Justiça do Amazonas, só na cidade de Tefé tramitam, atualmente, 2 mil processos.

O sistema passa a funcionar experimentalmente na próxima quinta-feira (13/09). Veja cronograma de inauguração:

Dia 13/09 – cidade de Tefé

Dia 14/09 – cidade de Tabatinga

Fonte: Portal do CNJ

Compartilhe

Veja também

Pessoas que acessaram este conteúdo também estão vendo

Busca

Notícias por Data

Por Data

Notícias por Categorias

Categorias

Postagens recentes

Nuvem de Tags