Porta do cartório eleitoral de Sete Lagoas continua vulnerável um mês depois do ataque

Compartilhe

O ataque ao cartório eleitoral de Sete Lagoas completa um mês nesta terça-feira, 6 de setembro. E a porta de vidro da unidade que foi quebrada após o arremesso de uma pedra continua substituída por um tapume instalado provisoriamente.

O Sitraemg foi informado que uma nova porta de vidro chegou a ser adquirida. Um erro de medição do fornecedor, contudo, impediu a substituição. Uma nova peça está sendo confeccionada, com previsão de ficar pronta no dia 23 deste mês.

O sentimento de servidores (as) do cartório da cidade é de preocupação. Além da vulnerabilidade do acesso à unidade, há o temor de um novo ataque.

Situação que se agrava com a proximidade da chegada da carga das urnas eletrônicas, prevista para antes do dia 23, e com a falta de um apoio estreito da Polícia Militar. Segundo relatos, a PM alega falta de efetivo para oferecer essa proteção.

Caso em investigação

Ao tomar conhecimento do ataque, o Sitraemg solicitou da administração do TRE-MG empenho junto aos órgãos de segurança pública para que esclarecessem o fato “com a máxima urgência”.

O Tribunal informou que acionou a Polícia Federal, que fez a perícia para providências visando às investigações necessárias. Até o momento, no entanto, as apurações não apontaram suspeitos.

O sindicato foi informado de que o Tribunal prestou atendimento aos servidores (as) e que autoridades do Órgão estiveram no cartório após o ocorrido. Visitaram o local os desembargadores Maurício Torres Soares e Octavio Augusto De Nigris Boccalini, presidente e vice-presidente e corregedor, respectivamente; a juíza auxiliar, Cristiana Gualberto; e a diretora-geral, Maria Glória Araújo.

Assessoria de Comunicação
Sitraemg

Compartilhe

Veja também

Pessoas que acessaram este conteúdo também estão vendo

Busca

Notícias por Data

Por Data

Notícias por Categorias

Categorias

Postagens recentes

Nuvem de Tags