23 de maio é Dia Nacional de Lutas

Compartilhe

Fenajufe orienta: Sindicatos devem jogar peso nas mobilizações. O alerta se refere ao próximo dia 23 de maio. Dia em que trabalhadores de todo o país estarão reunidos para lutar contra a retirada de direitos e contra a Emenda 3, contida na lei que criou a Super Receita e vetada pelo presidente da República.

Segundo informações da Federação, neste dia, denominado Dia Nacional de Lutas, a CUT e entidades sindicais de vários setores da classe trabalhadora organizarão paralisações, atos unificados e manifestações de ruas, em Brasília e nos Estados, para mostrar à população brasileira o poder de mobilização contra qualquer política que possa retirar seus direitos, conquistados às custas de muita luta.

Além da campanha contra a Emenda 3, as manifestações também incorporarão outros eixos, como a luta contra o PLP 01/07, que limita os gastos com o funcionalismo público federal nos próximos dez anos; pelo direito irrestrito de greve e à negociação coletiva no serviço público.

Participação da categoria

A reunião ampliada da Fenajufe, realizada dia 5 de maio, aprovou a participação da Federação na manifestação, incorporando os eixos também indicados pela CUT.

A plenária nacional da Cnesf (Coordenação Nacional das Entidades dos Servidores Federais) também aprovou a realização de paralisações e atos no dia 23, orientando que todas as entidades nacionais do funcionalismo federal se juntem às categorias da iniciativa privada, que também participarão do Dia Nacional de Lutas.

Orientação

Para a diretoria da Fenajufe, é fundamental que todos os servidores do Judiciário Federal e do MPU se organizem em seus locais de trabalho e vão às ruas no dia 23 para garantir um grande ato unificado em seu respectivo Estado. Para isso, é necessário que os sindicatos joguem peso nas atividades preparatórias e realizem assembléias para discutir os eixos aprovados na reunião ampliada da Fenajufe e a participação no movimento.

A Fenajufe orienta que os sindicatos informem ao seu setor de comunicação o calendário de assembléias e o tipo de atividade que será realizada no dia 23 de maio, para ampla divulgação junto à grande imprensa em seus veículos de comunicação.

Segundo a Fenajufe, este é o momento certo para a categoria se engajar na luta unificada de todos os trabalhadores e também reforçar a campanha contra a retirada de qualquer direito; pela retirada do PLP 01/07 do Congresso Nacional; contra a Emenda 3 e pela manutenção do veto presidencial; pelo direito de greve e à negociação coletivo no serviço público; e contra a aprovação da PEC 02/03.

Compartilhe

Veja também

Pessoas que acessaram este conteúdo também estão vendo

Busca

Notícias por Data

Por Data

Notícias por Categorias

Categorias

Postagens recentes

Nuvem de Tags