TRT3: Abaixo-assinado por regra flexível de teletrabalho já tem mais de mil assinaturas

Compartilhe

O abaixo-assinado pedindo flexibilização nas regras do teletrabalho no TRT3 já conta com mais de mil assinaturas.

Disponibilizado de forma on-line pelo Sitraemg em 24 de fevereiro, o termo busca apoio para sensibilizar a administração do Tribunal sobre o tema.

A coordenação do Sitraemg chama todos (as) os (as) servidores (as) a manifestarem seu apoio a um entendimento flexível da Resolução 481/22, do CNJ. A norma limitou em 30% o percentual de servidores em teletrabalho.

Para o Sitraemg, por exemplo, a flexibilização possibilitaria a manutenção do rodízio de servidores (as) em trabalho híbrido, conciliando trabalho presencial e remoto, cumprindo os limites do CNJ.

Para assinar, clique aqui

9 de março tem manifestação em frente ao TRT3

Servidoras e servidores do TRT3 preparam uma manifestação no dia 9 de março, quinta-feira, em frente ao prédio da Av. Getúlio Vargas, em Belo Horizonte. Neste dia acontece a sessão do Pleno do Tribunal.

O coordenador do Sitraemg David Landau reforça o chamado para o engajamento de todos (as) os (as) servidores (as): “As restrições impostas pelo CNJ e pela administração do TRT3 acabam penalizando servidores e servidoras. Por isso, nossa mobilização é tão importante”, destaca.

O Sitraemg informa que os gastos com deslocamento, de todos os participantes, serão ressarcidos.

Para quem vem do interior, o ressarcimento será na razão R$1,51 (um real e cinquenta e um centavo por quilômetro percorrido), mediante apresentação de comprovante.

E quem está na capital deve apresentar o comprovante do uso de aplicativo de transporte.

O (a) servidor (a) deve assinar a lista de presença durante o ato e solicitar posteriormente o ressarcimento para financeiro@sitraemg.org.br, apresentando os comprovantes.

Mobilização Nacional

A mobilização da categoria contra a imposição do limite de 30% dos (as) servidores (as) em teletrabalho é nacional. E o Sitraemg, junto a outras entidades, vem adotando medidas diretamente em relação ao CNJ.

Leia mais aqui

Sitraemg solicita participação em PCA do CNJ que trata de regras de teletrabalho

Em ato nacional, Caravana do Sitraemg cobra mais democracia em decisões do CNJ

Assessoria de Comunicação
Sitraemg

Compartilhe

Veja também

Pessoas que acessaram este conteúdo também estão vendo

Busca

Notícias por Data

Por Data

Notícias por Categorias

Categorias

Postagens recentes

Nuvem de Tags