Sitraemg chama Fenajufe e demais sindicatos da base para luta pela democratização do orçamento do PJU

Compartilhe

O Sindicato oficiou a Fenajufe solicitando que a entidade denuncie, “de forma mais robusta”, a ausência de democracia, justiça e igualdade na repartição do orçamento do Poder Judiciário da União (PJU) entre os magistrados e os servidores.

Pediu, também, que convoque os sindicatos de sua base para que disseminem a denúncia em seus respectivos estados.

O documento (veja cópia) foi encaminhado na segunda-feira, 27 de novembro.

O sindicato toma como referência decisões unilaterais e voltadas apenas para a magistratura.

Cita, como exemplo, a concessão de 10 folgas mensais para magistrados, ou o pagamento do valor de aproximadamente R$ 11 mil em pecúnia, per capita.

E reclama que medidas como essa já aprovada para os magistrados da Justiça Federal e em fase de regulamentação para os da Justiça do Trabalho, “colocam em risco a simples a antecipação da parcela salarial dos servidores”.

O Sitraemg orienta também os servidores a denunciarem sem medo, à população, essa desproporção na aplicação do orçamento do PJU.

Assessoria de Comunicação
Sitraemg

Compartilhe

Veja também

Pessoas que acessaram este conteúdo também estão vendo

Busca

Notícias por Data

Por Data

Notícias por Categorias

Categorias

Postagens recentes

Nuvem de Tags