“Não queremos mais construir castelos de areia”

Compartilhe

Todo fim de ano é a mesma coisa. Os servidores são tomados de aflição em saber se receberão seus créditos integralmente e questionam, com razão, Sindicato e Administrações. A presidente do SITRAEMG, Sônia Peres, servidora e representante dos servidores filiados, escreveu o seguinte texto sobre o assunto:

“CASA DE FERREIRO: ESPETO DE PAU

Plano Collor, Plano Bresser, Plano Verão, Plano Real, foram tantos tropeços na economia nacional, que temos de parar para lembrar tudo que passamos desde 1990. Como servidora da Justiça do Trabalho participei do cumprimento de várias decisões que determinavam o pagamento da URV de bancários, metalúrgicos, industriários… Uma década depois meus colegas e eu ainda não recebemos nossa parte “nesse latifúndio”.

Conversando com uma colega, ouvi dela a narração de que, quando seu filho era pequeno e pedia um brinquedo caro ela dizia: “agora mamãe não pode comprar, mas quando eu receber a URV compraremos”. Os anos se passaram e outro dia, durante uma refeição familiar, ela comentou com o marido sobre o plano de uma reforma e disse espontaneamente “quando eu receber a URV vamos reformar” subitamente, foi interrompida por seu filho, hoje já um belo rapaz: “ Acorda mamãe! Você vive sonhando com essa tal URV, que não vem nunca, esquece isso”

Depois disso fiquei pensando em quantos filhos de colegas cresceram ouvindo essa sigla como se fosse algo mágico, mas como toda magia, uma vez adultos concluem não passar de uma ilusão. Quantos colegas morreram esperando o próximo fim de ano, quando certamente a bendita URV viria. Não queremos mais construir castelos de areia. Já perdemos muitos direitos, agora chega, NENHUM DIREITO A MENOS.
Sônia Peres
Presidente do SITRAEMG”

Compartilhe

Veja também

Pessoas que acessaram este conteúdo também estão vendo

Busca

Notícias por Data

Por Data

Notícias por Categorias

Categorias

Postagens recentes

Nuvem de Tags