Bloco do Sitraemg “A Justiça não é cega” participa da 9ª Marcha de Enfrentamento ao Racismo, em Contagem

Compartilhe

 

No último sábado, 20 de maio, o bloco “A Justiça não é Cega”, formado por filiadas e filados do Sitraemg, participou de cortejo nas principais ruas de Contagem junto com moradores da Comunidade Quilombola dos Arturos.

Ao lado do grupo Filhos de Zambi, que é composto por membros da Comunidade dos Arturos, da capoeira e dos tambores da Associação dos Moradores do bairro Novo Progresso II, os servidores da justiça ajudaram a realizar a 9ª Marcha de Enfrentamento ao Racismo”.

A iniciativa faz parte do calendário de atividades da Prefeitura que tem o tema “Contagem na Década Afrodescendente: Reconhecimento, Justiça e Desenvolvimento”.

Na percussão e nos trajes, a beleza e a riqueza das comunidades tradicionais de matrizes africanas e dos movimentos sociais negros de Contagem.

Nas músicas e nos estandartes, mensagens para fortalecer, junto à população, a conscientização e a luta antirracista contra a intolerância religiosa e as desigualdades raciais.

Carlos Nazareno, o “Cabeça”, que é filiado do Sitraemg e uma das lideranças do “A Justiça não é cega”, considerou que este foi um momento muito especial na história do bloco.

“Concretizamos o sonho de sair nas ruas junto com o movimento popular e foi uma emoção grande. Fomos aplaudidos e recebemos muitos agradecimentos por estar naquela manifestação antirracista”, celebra.

Assessoria de Comunicação

Sitraemg

 

Compartilhe

Veja também

Pessoas que acessaram este conteúdo também estão vendo

Busca

Notícias por Data

Por Data

Notícias por Categorias

Categorias

Postagens recentes

Nuvem de Tags